As mulheres e o cuidado com a vida

Promover uma reflexão sobre o papel da mulher no mundo atual, especificamente no campo das boas práticas de cuidado, saúde e prevenção às doenças. Esse foi o ponto de partida para que o Núcleo Docente Estruturante (NDE) de Marketing convidasse a enfermeira Simone Leite a dialogar com os estudantes do curso, na semana em que se comemora o Dia Internacional da Mulher.

O evento aconteceu no último dia 5, das 19 às 22h, na sala 1 do bloco B. Na oportunidade, Simone, que é coordenadora do Movimento Popular de Saúde de Sergipe (MOPS), discorreu sobre a trajetória desse movimento no estado, nos últimos dez anos. Ela informou sobre a parceria com a Universidade Federal de Sergipe, os serviços gratuitos que estão sendo oferecidos aos cidadãos, através do governo estadual, e a inserção das práticas da medicina tradicional no SUS/SE.

A enfermeira utilizou um vídeo documentário sobre o MOPS, reunindo reúne narrativas de lideranças reconhecidas em todo o país para ilustrar sua conversa. Em sua maioria, essas pessoas vivem no chamado “Sergipe Profundo”. A parteira sertaneja Josefa da Guia, por exemplo, vive a 50km de Poço Redondo. Sua comunidade tem sido testemunha dos mais de cinco mil partos que ela realizou. Muito procurada pela imprensa nacional, Dona Josefa possui vasto saber também no campo do bom uso das plantas medicinais.

Após a explanação de Simone, os estudantes da FANESE fizeram inúmeras perguntas e prestaram depoimentos sobre suas experiências relativas ao tema e relacionaram os recursos utilizados pela palestrante, como estratégias importantes para a promoção de serviços aos cidadãos.

Para a professora Rita Simone, a comunicação face a face, os suportes audiovisuais, a utilização dos ambientes tecnológicos da internet (Facebook, WhatsApp e YouTube) e as técnicas de relações públicas, entre outros, são elementos constitutivos do mix de Marketing de Serviços. “É interessante para nossas alunas e alunos perceberem como esses instrumentos são utilizados, também, para a promoção de aspectos relativos à educação em saúde e cidadania. Essas questões são amplamente exploradas em projetos de Responsabilidade Social Corporativa, Sustentabilidade e Serviços”, frisou.

Segundo o NDE, composto pelos docentes Luciana Andrade, Pablo Boaventura, Rita Simone e Sandro Ribeiro, essa Roda de Conversa surgiu a partir da divulgação dos dados do seminário Empoderar a las Mujeres Indígenas para erradicar el hambre y la malnutrición em América Latina y el Caribe, realizado pela FAO – ONU, nos dias 12 e 13 de janeiro de 2018, na cidade do México.

> A enfermeira utilizou um vídeo documentário sobre o MOPS para ilustrar sua conversa. O recurso audiovisual reúne narrativas de lideranças reconhecidas em todo o país. Em sua maioria, essas pessoas vivem no chamado “Sergipe Profundo”. A parteira sertaneja Josefa da Guia, por exemplo, vive a 50km de Poço Redondo. Sua comunidade tem sido testemunha dos mais de cinco mil partos que ela realizou. Muito procurada pela imprensa nacional, Dona Josefa possui vasto saber também no campo do bom uso das plantas medicinais.


Parceiros

Convênios

Erro no banco de dados do WordPress: [Duplicate entry '495146' for key 'PRIMARY']