Dia Mundial do Autismo

Neste 2 de abril, a FANESE lembra uma data mundialmente reconhecida como “Dia Mundial de Conscientização do Autismo” ou “Dia Mundial do Autismo”, síndrome que afeta o desenvolvimento do cérebro em mais de 70 milhões de pessoas no mundo.

A data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 18 de Dezembro de 2007, com o intuito de alertar as sociedades e governantes sobre o autismo, ajudando, principalmente, a derrubar preconceitos. Ao sensibilizar as pessoas, estas são levadas a assumir uma consciência sobre o autismo, que é uma inabilidade inata que o portador da doença tem para estabelecer um contato afetivo e interpessoal.

Os sintomas principais do autismo são: fobias, agressividade, dificuldades de aprendizagem, dificuldades de relacionamento. Porém o autismo é único para cada pessoa. Existem níveis diferentes de autismo, além de pessoas que apresentam o transtorno, mas sem qualquer tipo de atraso mental.

Vários tipos de acompanhamento e de treinamentos têm facilitado a normalidade de participação nas diversas atividades da vida social por parte de autistas. Para o professor Bira, que também é pós-graduado em Psicologia, “Muito carinho e atenção por parte dos familiares têm sido procedimentos eficientes no trabalho de adaptação e de acompanhamento neurobiológico, coordenado por pediatras, pedagogos e psicólogos.”


Parceiros

Convênios

Erro no banco de dados do WordPress: [Duplicate entry '0.000000' for key 'attackLogTime']