I Exposição de Fotografias “Em cada criança, uma história”

No período de 11 a 26 de maio, realizou-se uma exposição fotográfica, em forma de varal, na área de convivência do segundo andar da FANESE aberta a comunidade externa. O objetivo principal foi despertar a produção criativa, artística e cultural dos alunos, a partir da realidade vivenciada, onde estão inseridas crianças e adolescentes, nas mais diversas atividades, envolvendo o respeito ou a negação de seus direitos humanos fundamentais.

O evento artístico promovido pelo NUPEF foi uma das estratégias de pesquisa da disciplina Direito da Criança e do Adolescente, sob orientação da professora Antonina Gallotti Lima Leão, que organizou o levantamento de imagens com os alunos inscritos interessados nos variados temas. Para as alunas voluntárias Anusha Correia e Ismária Gomes, que participaram da organização: “A experiência foi de suma importância para confirmar os conteúdos discutidos pela professora em sala de aula.”

Além da satisfação em fazer o levantamento de campo, a partir de um cenário social espontâneo, a reflexão diante dos fatos fotografados e de possibilidades limitadas, que acabam cerceando o acesso a uma melhor qualidade de vida dessas crianças e adolescentes, chamou a atenção dessas alunas, bem como a dos visitantes da exposição, o choque das condições adversas. Rodrigo Pinheiro, colaborador designer da ASCOM/FANESE, manifestou-se, ao mesmo tempo, curioso com a qualidade das fotos e sensibilizado com o confronto entre as condições precárias das crianças e dos adolescentes de periferia, em suas atividades diárias, diante de uma realidade privilegiada de crianças e jovens das mesmas faixas etárias, que vivem sob um nível socioeconômico melhor.

Segundo a idealizadora deste projeto, ” Notamos a motivação gerada entre os discentes participantes, não apenas pela nota em si, mas essencialmente por estarem diante de uma pesquisa de caráter social, que os sensibilizou, com dedicada atenção, para o quadro adverso aos direitos humanos aos quais estão submetidas nossas crianças fotografadas.”, destacou a professora Antonina. Ela lembrou, também, que a ideia inicial deste importante projeto é a de que a exposição seja itinerante. Já houve consultas de outras instituições, que estão sendo avaliadas, para que o acervo de imagens seja levado a locais externos.

30/05/2018


Parceiros

Convênios

Erro no banco de dados do WordPress: [Duplicate entry '495146' for key 'PRIMARY']