VII Jornada de Tecnologia da FANESE na Semana C&T

Entre os dias 16 e 22 deste mês de outubro, a FANESE desenvolveu atividades ligadas à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, 15ª edição, organizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Estabelecida pelo Decreto de 9 de Junho de 2004, ela é realizada sempre no mês de outubro, por meio da Coordenação-Geral de Popularização e Divulgação da Ciência (CGPC/SEPED) e conta com a colaboração de Secretarias estaduais e municipais, agências de fomento, espaços científico-culturais, instituições de ensino e pesquisa, sociedades científicas, escolas, órgãos governamentais, empresas de base tecnológica e entidades da sociedade civil.

A Semana C&T ou SNCT tem o objetivo de aproximar a Ciência e Tecnologia da população, promovendo eventos que congregam centenas de instituições, a fim de realizarem atividades de divulgação científica em todo o País. A ideia é criar uma linguagem acessível à população, por meios inovadores que estimulem a curiosidade e motivem a população a discutir as implicações sociais da Ciência, além de aprofundarem seus conhecimentos sobre um tema eleito para cada ano. Neste ano, o tema foi Ciência para a redução das desigualdades.

A FANESE, que é parceira desde a primeira edição da SNCT, iniciou suas atividades no último dia 16, com uma palestra de Francisco Bento, professor de Física desta faculdade, que discorreu sobre Ciência e tecnologia: o lúdico na inclusão social. A forma como o aprendizado das diversas ciências e da tecnologia pode ser acessível, a partir de curiosidades e fatos ocorrentes no cotidiano, despertou o interesse e questionamento dos presentes. O encerramento se deu no dia 22, com Lídia dos Anjos, diretora dos Direitos Humanos da SEMASC-Aracaju, graduada em Serviço Social e mestra em Direitos Humanos, que falou sobre Desigualdade social: da ostentação à extrema miséria. Os professores Matheus Brito e Eduardo Ubirajara, além de alunos presentes, colocaram suas questões, com retorno satisfatório da convidada.

Neste ano, a Jornada de Tecnologia da FANESE, entre os dias 17 e 19, foi incorporada à Semana Nacional C&T. Este evento contou com a parceria do Grupo de Desenvolvedores Google (GDG) – Aracaju – e da Women Techmakers (WTM). Foram três dias proveitosos de cursos e palestras com a participação de acadêmicos, professores, egressos, profissionais e demais interessados na tecnologia. Nesta sétima edição, a FANESE promoveu a diversidade e a inovação entre os acadêmicos e profissionais da tecnologia da informação e comunicação, visando à construção e discussão do conhecimento como parte integrante do processo de ensino-aprendizagem, além da promoção social.

Assim, a temática desta jornada visou promover, no aluno e no visitante, uma relação entre a área acadêmica e o mercado de trabalho, no âmbito de possibilidades de ingresso ou ascensão ao profissional, que é egresso dos cursos de nível superior na respectiva área do conhecimento.

Na quarta, dia 17, pela tarde, teve início o minicurso de programação em Python, com a professora Alexandra Rodrigues. Direcionado para quem está iniciando no mundo da programação de computadores, foram dois dias proveitosos de muito estímulo, para quem estava interessado em conhecer essa linguagem.

Nos dois dias, houve coffe-break para os participantes e distribuição de brindes. E, à noite, o professor Rafael Spacca, coordenador da Jornada, fez a abertura do evento, dando as boas-vindas a todos os participantes e anunciando a primeira palestra, de Jéssica Costa, com o tema JPA e Hibernate, o que é isso?. Em seguida, foi a vez da Ana Cléia Costa de Sousa, falando sobre Tecnologia, networking e feedback positivo. O dia terminou com palestra de Daniel Caldas sobre o tema Seus 10 primeiros jogos serão uma $@#&€.

Na quinta-feira 18, além da continuação do curso de Python, houve, à noite, palestra de Alex Freire, demonstrando um mecanismo de ataques em redes Wi-Fi. Já Andrey Wallace mostrou Com quantos fracassos se fazem um ecossistema de inovação?, enquanto que Roberto Provinciali Brandini discorreu sobre Empreendedorismo: porque empresas grandes quebram?

No dia 19, foi a vez do minicurso Criando seu Primeiro WebApp com React, ministrado por Eduardo Santana Borges. Finalizando o ciclo de palestras, Fred Calazans, Sthefane Soares e Rafael Almeida falaram, respectivamente, sobre Designer Thinking, Começando com Ionic-Desenvolvimento de Apps Multiplataforma e Tecnologias Open Source Microsoft.

Nos três dias de palestras, ouve distribuição de brindes e a promessa de que essa parceria entre FANESE, GDG Aracaju e WTM iriam render outros futuros encontros, para se conhecer e debater sobre o que há de novidades no mundo tecnológico. Segundo Ana Costa, organizer do GDG Aracaju e da WTM Aracaju, “A vida é feita de desafios e obstáculos que precisamos superar! Para vencer muitos deles, são necessários parceiros que acreditem no desafio e na capacidade de sairmos vitoriosos, com o desejo e a vontade de trazermos novas tecnologias e conhecimentos a toda comunidade da área.” Ela salientou, ainda, que “A comunidade GDG Aracaju está imensamente agradecida pelo apoio recebido da FANESE, que acreditou no sucesso desta VII Jornada de Tecnologia – FANESE/GDG Aracjau e WTM, um fruto desta parceria.”


Parceiros

Convênios

Erro no banco de dados do WordPress: [Table './fanese9/wp_wfHits' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed]
SHOW FULL COLUMNS FROM `wp_wfHits`