Acordo de Cooperação entre a FANESE e a Aliança Francesa

Na quarta-feira 30 de janeiro, o nosso professor Eduardo Ubirajara visitou a Aliança Francesa, com o objetivo de criar uma aproximação maior entre as duas instituições de ensino, pela qual os interesses comuns podem ser cooperados. Visa-se à divulgação dos nossos cursos (FANESE e Aliança), os descontos possíveis para alunos das partes envolvidas, bem como para melhor conhecimento sobre as atividades de ensino e de extensão disponibilizadas para a sociedade.

Para o Dr. Carlos Hermínio de Aguiar, diretor da Aliança Francesa em Sergipe, “Constitui-se um prazer firmar um Acordo de Cooperação com a FANESE, não só pelos laços de amizade com o diretor da faculdade, Ionaldo Carvalho, mas pelo crescimento do conceito que a FANESE tem galgado na sociedade, diante da avaliação positiva do MEC, pela qualidade dos cursos oferecidos por esta instituição de ensino superior.” O professor Bira recebeu informações sobre cursos e atividades de extensão da Aliança, cujos destaques seguem abaixo.

A Aliança mantém programas de bolsas de estudos, de diversos tipos, principalmente o de língua e de literatura francesas, tais como: em convênio com o governo francês e com regiões diversas da França; da União Europeia; de organizações internacionais não governamentais; do governo brasileiro. Cada programa dessas bolsas segue critérios próprios, informados em seus editais. Pelo site www.brasil.campusfrance.org é possível conseguir mais informações sobre bolsas, cursos de francês no Brasil e na França, visto de estudantes, vida na França, entre outras. A Aliança Francesa locval intermedeia a viabilização dessas bolsas.

O professor Bira passou informações aos coordenadores de cursos, incluindo sobre a possibilidade de uma palestra, acompanhada de exposição de material, pertinente às atividades e o alcance delas como importantes para o enriquecimento de conhecimentos relacionados aos diversos campos do saber em território francês.  Busca-se uma data, junto à ASCOM-FANESE, talvez na última semana deste mês, para a realização da exposição e da palestra. Horas de atividades complementares serão consignadas a quem assistir à palestra.

“Iniciativas, como esta, permite uma ampliação de conhecimentos sobre um país, que tem oferecido ao mundo uma visão cultural e científica bastante desejada, sonhada e prazerosa, pela maioria da população da Terra.”, completou Bira.


Parceiros

Convênios