Curso de Arquitetura e Urbanismo da FANESE completa um ano em clima de alegria e descontração

Um importante momento de integração e celebração. Esta foi a sensação de alegria, demonstrada na quarta-feira, dia 07, quando o curso de Arquitetura e Urbanismo completou seu primeiro ano de existência.

“Foi uma noite de registro cultural que se traduziu em um momento de descontração, com elaboração e apresentações artísticas produzidas pelos alunos do curso. Tivemos paredes transformadas em painéis de grafite, exposição de fotos (diário de bordo) de práticas formativas realizadas em Penedo, na oportunidade de se conhecer o patrimônio urbano e histórico daquela cidade.”, revelou,entusiasmado, Cristiano Pacheco, coordenador do curso.

A sensibilidade artística perpassava o hall de entrada da FANESE, onde os estudantes demonstravam os seus trabalhos construídos ao longo deste ano. “Sabemos o quanto é importante formar profissionais que tenham consciência socioambiental e que possam compreender as necessidades reais de seus clientes. Desta forma, trabalhar, desde o início, a criatividade de cada um e despertar o seu potencial é um dos nossos objetivos.”, ressaltou Cristiano.

Na oportunidade, ocorreu uma pequena mostra de filmes que remetiam alusões ao livro “Cidades Invisíveis” do autor Calvino Ítalo. Assim, os pilares do hall da FANESE se transformaram em expositores de maquetes sobre arquitetura mundial. A musicalidade foi inserida com voz e violão e complementou a consagração do momento, cantando-se os parabéns pela passagem do primeiro ano de vida bem sucedida do curso.

“Estou muito orgulhosa em fazer parte da família FANESE. Estudo o segundo período de Arquitetura e Urbanismo e, aqui, sinto-me bem acolhida por professores muito empenhados naquilo que fazem. É muito bom poder estar comemorando este primeiro ano de curso e ter a certeza de que fiz a escolha certa.”, ressaltou a estudante Yasmim Ferreira.

“É significante ressaltar que todas as atividades artístico-culturais foram realizadas pelos alunos e que fazem parte de um momento de congregação, quando a arte é o agente integrador e de demonstração intelectual, na situação festiva de comemoração.”, finalizou Cristiano.


Parceiros

Convênios