FANESE realiza I Encontro Comemorativo ao Dia do Surdo

26 de setembro, Dia Nacional do Surdo. Esta data, que foi construída a partir das lutas dos surdos em prol dos seus direitos, foi oficializada através da Lei nº 11.796, de 29 de outubro de 2008.

A FANESE realizará o “1º Encontro Comemorativo ao Dia do Surdo” no Auditório A, das 17h às 21h, com vasta programação, envolvendo palestras, estudo de caso da empresa Il Sordo, exposição de trabalhos pedagógicos para o ensino de Libras, dinâmicas, bate-papo entre especialistas e alunos surdos, entre outras atividades. O evento objetiva sensibilizar toda a nossa comunidade, visando consolidar a inclusão dos surdos e da LIBRAS, estimulando os valores de não preconceito a essas pessoas e criando uma atmosfera de pertencimento no meio acadêmico.

A iniciativa deste projeto nasceu da inquietação da técnica-administrativa Marta de Lima Leite, que iniciou uma Especialização em LIBRAS nesta instituição de ensino e vislumbrou aumentar mais possibilidades para os surdos, já que a FANESE graduou a primeira surda contadora do Estado de Sergipe, Elaine Thiara Viana de Almeida, em 2017-1.

“Como a FANESE já vem de uma trajetória em preparar o aluno para ser agente do seu próprio destino, tornando-o mais autônomo, livre e pronto para desbravar novos horizontes, poder contribuir com a acessibilidade faz parte da nossa missão. Dessa forma, valorizar o protagonismo desse grupo e firmar a luta pela afirmação da língua brasileira de sinais foi o objetivo que nos motivou para abraçar este projeto”, enfatizou o coordenador acadêmico Albérico Ferreira.

“A paixão que desenvolvi pela língua de sinais foi o motivador em levar este projeto adiante. Desta forma, criamos uma comissão de acessibilidade composta com o coordenador acadêmico Albérico Ferreira, a procuradora institucional, Antonina Gallotti, a Psicóloga Analice Nóbrega e com a aluna Alice Reis para colocarmos em prática este lindo projeto.”, ressaltou Marta.

“A FANESE vem prestando atendimento especializado aos alunos surdos, desde quando acompanhou, por cinco anos, a aluna Elaine Thiara do curso de bacharelado de Ciências Contábeis. Com essa iniciativa, incentivamos outras pessoas surdas a virem estudar aqui, porque serão muito bem acolhidas.”, justificou o coordenador Albérico.
Ao final do evento, a FANESE fará doação de 15 computadores para a instituição Instituto Pedagógico de Apoio à Educação do Surdo de Sergipe – IPAESE.


Parceiros

Convênios