Sucesso no 1º Encontro Comemorativo ao Dia do Surdo

Alegria, integração, inclusão e sentimento de comunhão. Este foi o resultado do 1º Encontro Comemorativo do Dia do Surdo, realizado na FANESE no último dia 26. O evento contou com a participação da comunidade acadêmica, que pôde conhecer um pouco da importância da língua brasileira de sinais (LIBRAS) e do quanto é relevante fortalecer o acesso das pessoas surdas à comunicação.

“Foi muito gratificante ver meu projeto acontecendo realmente. No início, esperava fazer algo aprazível para que toda a comunidade acadêmica pudesse conhecer um pouco sobre esse dia e mostrar para nossos alunos surdos que nos preocupamos com o acolhimento e o crescimento de cada um.”, ressaltou a técnica-administrativa Marta de Lima Leite, idealizadora do evento.

O projeto contou com o apoio da coordenação acadêmica e do Núcleo de Pós-graduação da FANESE (alunas do curso de Libras da Pós), das alunas do curso de LIBRAS da SEMED, do ITCLibras, Oliver’s festas e decorações, Gelateria IL Sordo, da Centro de Surdos de Aracaju – CESAJU, Instituto Pedagógico de Apoio à Educação do Surdo de Sergipe –IPAESE.

Na oportunidade, a FANESE, entregou 15 computadores para IPAESE. “Foi uma noite marcante. O IPAESE agradece pela sensibilidade desta faculdade de abraçar a causa justificada do surdo e pela generosidade em doar para a nossa instituição 15 computadores. Momentos como este nos impulsionam a continuar na luta.”, ressaltou a presidente do IPAESE, Ana Nunes.

“Percebemos a importância das pessoas surdas na sociedade. Poder incluí-las é muito gratificante, pois todos temos nossas singularidades, nossas limitações, nossas imperfeições, independente de condição física. A FANESE sente-se honrada por contribuir para o reconhecimento pelo respeito às diferenças.”, finalizou o coordenador acadêmico da FANESE, Albérico Ferreira.

No final do evento, que também contou exposição de livros e trabalhos pedagógicos para o ensino de LIBRAS, foram entregues certificados aos palestrantes, aos organizadores e às empresas parceiras. Concomitantemente, na área térrea de convívio, o público presente teve a oportunidade de confraternizar-se com as pessoas surdas, ao tempo em que uma apresentação artística, musical, completava o brilho da noite festiva.


Parceiros

Convênios