Setembro Amarelo: prevenção do suicídio

Como surgiu o movimento para a prevenção do suicídio? Em 1960, o professor Erwin Ringel e o doutor Norman Farberow haviam fundado a Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio  (IASP), comprometida, em sintonia com a Organização Mundial da Saúde (OMS). A associação visa promover um fórum para profissionais de saúde mental, trabalhadores em crise, sobreviventes de suicídio e outras pessoas que tenham sido afetadas por comportamento suicida. 

A IASP é composta por profissionais e voluntários de mais de 80 países em todo o mundo e tem sede, atualmente, em Karachi, Paquistão, no Departamento de Psiquiatria da Universidade Aga Khan, sob a presidência do professor Mrad Khan. Em 2003, a IASP, elegeu o 10 de setembro como o Dia Mundial da prevenção do suicídio.

O que fez originar a cor amarela para setembro? Em 1994, Mike Emme, um jovem americano de apenas 17 anos, tirou a própria vida, dirigindo seu carro mustang, pintado de amarelo por ele mesmo. Os amigos e familiares dele distribuíram, durante o funeral, cartões com fitas amarelas e mensagens de apoio para pessoas que estivessem enfrentando o mesmo desespero de Mike. Assim a mensagem foi espalhada pelo mundo. A cor amarela é evidenciada em todos os países adesistas.

O suicídio é a terceira causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos e a sétima causa de morte de crianças entre 10 e 14 anos de idade, segundo a OMS, afirmando, também, que o suicídio tem prevenção em 90 % dos casos. E um estudo brasileiro de Bertolote et al.(2002) já afirmava que 96,8% dos casos de suicídio estão relacionados a transtornos mentais, diagnosticados ou não, tratados incorretamente ou não tratados de maneira alguma. Importante ressaltar que, enquanto os índices de suicídio caem na maioria dos países, a taxa de suicídio aumentou 24% entre 2006 e 2015, entre adolescentes que vivem nas grandes cidades brasileiras, segundo pesquisa da Unifesp, publicada pela Revista Brasileira de Psiquiatria.(**)

Neste ano, entre 17 e 21 deste mês, ocorre o 30º Congresso Mundial da IASP, sob o tema Quebrando Muros e Construindo Pontes, em Derry-Londonderry, Irlanda do Norte. E, dentro da programação da Semana de Responsabilidade Social da FANESE (23 a 27), ocorrerá uma palestra sobre a Prevenção ao Suicídio. ASCOM, NAP e Coordenações de Cursos estão em fase de mobilização para as atividades da referida Semana. Vale o lembrete: O Hospital de Urgências de Sergipe (HUSE) dispõe de atendimento psicológico às pessoas que dão entrada, ali, com suspeita ou confirmação de tentativa de suicídio. Trata-se do projeto Salva-Vidas.

Esta é parte de uma breve pesquisa, sobre suicídio, realizada pelo professor Bira (ASCOM)
(**) Ler mais sobre a pesquisa da Unifesp no site: https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2019/04/27/suicidio …


Parceiros

Convênios