Cozinha Saudável: projeto do curso de Arquitetura e Urbanismo

Na última quinta-feira, dia 21, os alunos da disciplina Projeto de Arquitetura e Urbanismo II, que tem como professor o coordenador do curso, Zilton A. Cavalcanti Filho, tiveram a oportunidade de apresentar seus trabalhos de classe, em desenvolvimento, cujo tema é Cozinha Saudável, a partir de melhoramento de cozinhas de estabelecimentos comerciais de alimentação que ficam no entorno da FANESE. Este projeto, que se inicia neste segundo semestre de 2019, terá continuidade durante o primeiro semestre de 2020.

Sabe-se que diversos estabelecimentos da área de alimentação de nossa cidade não estão preparados para manusear e produzir alimentos de forma correta, muitas vezes pelo desconhecimento das normas sanitárias ou pelo distanciamento de soluções técnicas que melhorem sua produção e comercialização.

A presença do arquiteto nas soluções das cozinhas dos pequenos comerciantes ainda é tímida. Os proprietários não vislumbram a eficácia da participação técnica do arquiteto em um projeto de cozinha, por não conhecerem o papel deste profissional, ou por entender que o arquiteto não satisfaz os anseios de um pequeno comércio, vez que é visto como uma pessoa que porta um status diferenciado.

Para a formação do Arquiteto e Urbanista da FANESE, deve existir uma busca incessante de problemas que envolvem a grande maioria da sociedade. Assim, este projeto se justifica, também, pela necessidade do Arquiteto como um profissional capaz de apresentar soluções plásticas, técnicas e humanas para a sociedade.

A viabilização deste trabalho foi possível através de um restaurante escola situado no Bairro Industrial, com um convidado externo, o Chef Marco Sousa.  Marco é bacharel em Administração de Empresas, tecnólogo em Gastronomia, pós-graduado em Gestão de Segurança de Alimentos (SENAC) e especializado em Cozinha Internacional pelo Instituto de Artes Culinárias Mausi Sebess (Argentina). Atualmente, Marco coordena a Escola de Culinária Academia de Chefs e o canal Youtube “Na Trilha do Cozinheiro”.

A experiência como profissional foi de grande valia para os alunos em visita àquele restaurante e, ao redor da mesa de apresentação da sala, tiraram suas dúvidas sobre: o funcionamento de uma cozinha industrial; a legislação aplicada à área alimentícia; o uso dos equipamentos. Além disso, uma conversa sobre o dia a dia de uma cozinha e sobre os principais problemas que podem ser evitados durante o desenvolvimento do projeto arquitetônico, assim como a participação colaborativa dos usuários e técnicos envolvidos, podem melhorar o projeto final.

Ao término deste importante projeto sobre Cozinha Saudável, houve apresentações e avaliações da aprendizagem dos alunos, por Marco Sousa, que entregou um livro de autoria dele, “Casa de Farinha”, para um aluno do grupo que apresentou, segundo Marco, o projeto melhor desenvolvido até o momento. E finalizando sua participação, o Chef presenteou, também, a Biblioteca da FANESE com um exemplar do livro e concedeu uma entrevista para o Programa de Empreendedorismo Acadêmico e Social de Arquitetura (PROEASA).   


Parceiros

Convênios