VIII Jornada de Tecnologia da Informação da FANESE

Aconteceu, nos dias 27, 28 e 29 de novembro, no auditório do Bloco A, a VIII Jornada de Tecnologia da Informação da FANESE. Essa oitava edição apresentou uma abordagem especial de caráter sociológico, visando integrar os cursos acadêmicos de Sistemas para Internet, Gestão da Tecnologia da Informação e Redes de Computadores com diversos profissionais da área de tecnologia.

Ao longo da História das práticas tecnológicas da informação, centralizavam-se estudos sobre como compreender os processos da Tecnologia da Informação e Comunicação utilizados em um ambiente empresarial e industrial. E, na 13ª edição da Rio Info, durante o maior encontro da Tecnologia da Informação brasileira, que aconteceu entre 15 e 17 de setembro de 2015, a proposta de maior integração das ciências tecnológicas da informação, transversalizando com a comunicação social, voltou à baila.

Durante aquele evento da Rio Info -2015, já se falava e discutia-se sobre as atividades vinculadas a cinco focos de trabalho, que reinventariam a estrutura daquele evento: Sociedade Digital, Empreendedorismo, Inovação e Negócios, Tecnologia da Informação – presente e futuro -, Profissionais do Futuro, e Política de fomento à TI. Alguns lances de socialização dos saberes tecnológicos da informação foram ventilados, inclusive com a adoção possível de uma disciplina, qual seja, Sociologia das Técnicas Informacionais.

Desta forma, a Coordenação dos cursos ligados à TI, oferecidos pela FANESE, decidiu torná-los partes integrantes do processo de inovação social, através dos diversos temas que abrangem a ciência tecnológica. Logo, tratou-se de uma proposta significativa, em termos de intercâmbio de conhecimentos afins à TI e aos temas transversais às diversas áreas do conhecimento científico.

Na VIII Jornada da TI da FANESE, foi estabelecida uma relação entre os diversos assuntos de informática, mostrando aos seus visitantes algumas das inovações da área de tecnologias da informação (TI), através de palestras com profissionais atuantes e com referência no mercado tecnológico ou da academia, bem como ofertando minicursos práticos, vislumbrando uma era da informática humanizada, a partir da integração de seus gestores e associados.

Para o coordenador Rafael Spacca, a atenção e o interesse despertados pelos presentes à Jornada, transformaram-se em um marco de forte cooperação, capaz de servir melhor à sociedade.


Parceiros

Convênios